Header Ads

Polícia investiga caso de crime virtual em Petrolina – PE

Sexta-feira, 27 Janeiro 2017
Polícia investiga caso de crime virtual em Petrolina – PE
A vítima teve a sua imagem associada a um vídeo de estupro que circula nas redes sociais e perdeu o sossego.

Polícia Civil investiga caso de crime virtual em Petrolina, PE. Desde a última semana, Bartolomeu do Nascimento Neto perdeu o sossego após ter a imagem dele associada a um vídeo de estupro. O caso circula nas redes sociais, em grupos de WhatsApp. Na rede, foi colocada uma foto do morador de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, como autor da violência sexual contra uma criança, o que causou revolta entre os integrantes dos grupos.

Os comentários direcionados a ele eram de ameaça, inclusive de morte. Bartolomeu disse que foi avisado por um amigo sobre o compartilhamento do boato envolvendo a sua imagem. Imediatamente o rapaz recorreu à Polícia Civil para fazer um Boletim de Ocorrência (BO). Mesmo buscando os meios legais, ainda procurou fazer um vídeo de defesa em que comparava suas características físicas com a do homem que aparece no vídeo.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Magno Neves, as investigações deste caso já foram iniciadas a partir do BO feito em que foram registrados números telefônicos de pessoas que compartilharam a 'notícia'. “Já estamos coma as medidas encaminhadas para descobrir este caso, estas pessoas que compartilharam este vídeo”, disse o delegado.

Segundo Magno Neves, além deste caso configurar como crime de calúnia, estas pessoas que compartilham este tipo de informação envolvendo sexo explícito ou qualquer imagem pornográfica expondo criança e adolescente responde pelo crime de pedofilia. “Tem penas variadas de acordo com a prática da conduta. Quem compartilha tem pena de até 8 anos e quem armazena estas imagens pode responder a até quatro anos, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”.

Crime em 2014

Em 2014 uma mulher foi espancada e morta na cidade do Guarujá, em São Paulo, após ser confundida com uma sequestradora de crianças. (G1 Petrolina)

(Da Redação - Blog do Nilson Macedo) Whatsapp (87) 9.9939-2144 – e-mail radionoticia@yahoo.com.br
Acesse mais notícias: www.blognilsonmacedo.com
Nilson Macedo. Tecnologia do Blogger.