Nilson Macedo. Tecnologia do Blogger.

Suspeitos de explodirem agência bancária morrem em confronto com a polícia no Sertão de PE

Quinta-feira, 09 Novembro 2017
Suspeitos de explodirem agência bancária morrem em confronto com a polícia no Sertão de PE
A troca de tiros ocorreu na madrugada dessa quarta-feira (8), em Lagoa Grande, no Sertão de Pernambuco e a agência foi explodida no dia 3 de novembro.

Um tiroteio ocorrido na madrugada dessa quarta-feira (08), envolvendo policiais militares e suspeitos de explodirem agência bancária no município Lagoa Grande, no Vale do São Francisco no Sertão de Pernambuco, resultou na morte de duas pessoas.

De acordo com a polícia, dois dos suspeitos morreram durante confronto com a polícia. Roberto Nunes de Souza, 31 anos, e Welson Inocêncio da Silva Souza, 33, eram suspeitos de explodir agência bancária em Pindobaçu, na Região Norte da Bahia, na última sexta-feira (03).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), outros três suspeitos do assalto em Pindobaçu fugiram. A operação conjunta entre a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Caatinga e a Polícia Federal que localizou a quadrilha.

A SSP-BA informou que o bando foi interceptado, em Lagoa Grande, durante bloqueio policial. Com os bandidos foram apreendidos um fuzil M16 e duas espingardas calibre 12, além de um veículo que estava em posse do grupo.
Na manhã dessa quarta-feira, durante diligências, os policiais encontraram na casa de Roberto e Welson, nos municípios de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), bananas de dinamite, além de uma caixa com miguelitos - itens utilizados para bloqueio de estradas.

Todo o material foi encaminhado à Delegacia da Polícia Federal. Policiais do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior de Pernambuco também participaram da ação.

Um dos suspeitos que morreu em confronto, Roberto Nunes, conhecido como Negão, era um dos líderes do grupo que acumula inúmeros ataques a instituições financeiras, não só na Bahia, como também em Alagoas e Sergipe, além de outros estados.

A polícia continua à procura dos outros três integrantes da quadrilha. Para ajudar com informações, a SSP-BA divulgou o Disque-Denúncia 181 ou o número de whatsapp: (74) 99904-0002. (G1 Petrolina)

(Da Redação - Blog do Nilson Macedo) Whatsapp (87) 9.9939-2144 – e-mail radionoticia@yahoo.com.br
Acesse mais notícias: www.blognilsonmacedo.com
Share on Google Plus

Sobre Nilson Macedo Bezerra

Policial Militar e Radialista

0 comentários:

Postar um comentário