Nilson Macedo. Tecnologia do Blogger.

Exame não confirma que pai estuprou bebê de 3 meses no interior de PE

Quinta-feira, 20 Setembro 2018
Exame não confirma que pai estuprou bebê de 3 meses no interior de PE
O suspeito chegou a ser preso depois de ser denunciado pela companheira.

O exame sexológico feito em um bebê de três meses não confirmou o estupro, segundo o delegado Alberes Costa, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

O resultado, que saiu nessa segunda-feira (17), confirmou que a criança não sofreu nenhum tipo de abuso sexual. O caso aconteceu na última terça-feira (11), no bairro Riachão, em Caruaru.

A mãe da criança disse a Polícia Civil que o possível crime ocorreu enquanto ela tomava banho. O pai do menino, suspeito de cometer o crime, chegou a ser preso, mas ainda não há a confirmação se ele já está em liberdade.

Relembre o caso

Um homem foi preso na terça-feira (11) suspeito de estuprar o filho de três meses dentro da casa onde moram em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. À Polícia Civil, a mãe da criança disse que o crime ocorreu enquanto ela tomava banho.

“Segundo a mãe [que é surda e muda], estava só ela, o pai da criança e o bebê dentro de casa. Ela disse que encontrou o filho chorando e achou estranho”, informou ao G1 o delegado Eduardo Sunaga, que recebeu a ocorrência.

O delegado contou que o que ajudou no testemunho da mãe foi à madrinha dela, que é intérprete de Libras. “A mãe levou a criança para a Unidade de Pronto Atendimento daqui de Caruaru junto com a madrinha. Num exame preliminar, a médica constatou a lesão na região anal do bebê e acionou a polícia”, detalhou Eduardo Sunaga.

O bebê foi submetido a exames sexológicos no Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru para comprovar se houve estupro. Com informações do G1 (Blog do Nilson Macedo)

(Da Redação - Blog do Nilson Macedo) Whatsapp (87) 9.9939-2144 – e-mail radionoticia@yahoo.com.br
Acesse mais notícias: www.blognilsonmacedo.com
Share on Google Plus

Sobre Nilson Macedo Bezerra

Blogueiro e Radialista

0 comentários:

Postar um comentário