Nilson Macedo. Tecnologia do Blogger.

Homem é preso suspeito de violentar seus quatro filhos menores no Sertão de PE

Quinta-feira, 13 Setembro 2018
Homem é preso suspeito de violentar seus quatro filhos menores no Sertão de PE
O caso foi denunciado pela filha mais velha do casal, uma garota de 17 anos.

Um caso chocante de abuso sexual contra a criança e o adolescente chegou ao seu fim na manhã dessa quarta-feira (12), no bairro Mutirão Serra Talhada, no Sertão do Pajeú em Pernambuco.

Um eletricista das iniciais T. N. R., de 51 anos, foi preso acusado de assediar seus quatro filhos, sendo uma adolescente de 17 anos, dois garotos de 8 anos e um bebê de 1 ano e 4 meses de idade.

Agentes da Polícia Civil detalharam que as investigações, coordenadas pelo delegado Cley Anderson Rodrigues, vêm ocorrendo desde fevereiro desse ano.

Nessa segunda-feira (10), foi expedido um mandado de prisão preventiva contra o suspeito. Ele foi levado para a Cadeia Pública de Serra Talhada - PE.

ABUSOS HORRÍVEIS

A polícia recebeu denúncia da mãe dos menores, uma dona de casa de 46 anos, após escutar o relato da filha mais velha.

Ela contou que o pai obrigava todos os quatro filhos a praticarem sexo oral e anal, e depois os ameaçava de morte caso contassem para alguém. Segundo a Polícia Civil, os casos estariam acontecendo há pelo menos dois anos.

“Depois da denúncia da filha adolescente a mãe começou a ficar mais atenta e perceber que as crianças haviam deixado de perguntar pelo pai, por exemplo,”, comentou um dos agentes que fez parte da investigação.

Nos relatos das vítimas, “o pai mandava todos suportarem a violência calados”. A mãe se separou do acusado. O caso também foi levado ao Conselho Tutelar da cidade. Segundo a polícia, todos os menores estão passando por tratamento psicológico. (Blog do Nilson Macedo)

(Da Redação - Blog do Nilson Macedo) Whatsapp (87) 9.9939-2144 – e-mail radionoticia@yahoo.com.br
Acesse mais notícias: www.blognilsonmacedo.com
Share on Google Plus

Sobre Nilson Macedo Bezerra

Blogueiro e Radialista

0 comentários:

Postar um comentário