Nilson Macedo. Tecnologia do Blogger.

Presa por matar mãe a pauladas, mulher é liberada em menos de 48 horas, com base na lei eleitoral

Sábado, 06 Outubro 2018
Presa por matar mãe a pauladas, mulher é liberada em menos de 48 horas, com base na lei eleitoral
A suspeita teria matado a própria mãe a pauladas, uma idosa de 70 anos, para roubar a quantia de R$ 10 mil reais.

A mulher que foi presa na última segunda-feira (01) acusada de matar a própria mãe, de 70 anos, e roubar R$ 10 mil da vítima, em Cansanção, no Estado da Bahia, foi beneficiada pela lei eleitoral e acabou sendo solta na manhã desta quarta-feira (03).

Nem mesmo o fato de ter confessado participação no assassinato da mãe e apontar o envolvimento de outras duas pessoas no crime ocorrido no último sábado (29), no povoado de Lage do Santo Ambrósio, segurou Euzébia Matos da Costa, 50 anos, na cadeia.

A juíza Dione Cerqueira Silva informou a imprensa, por meio de nota, que optou por conceder liberdade a Euzébia por falta de flagrante e com base em uma regra determinada pelo calendário eleitoral, que visa garantir que o eleitor não seja impedido de votar. 

“Não houve situação de flagrante. O Ministério Público se manifestou pelo relaxamento da prisão, em razão da ausência de flagrante, e a juíza acatou o relaxamento, mas não decretou prisão preventiva porque não pode nesse período eleitoral”, diz trecho da nota.

De acordo com o Art. 236 do Código Eleitoral, “Nenhuma autoridade poderá, desde 5 (cinco) dias antes e até 48 (quarenta e oito) horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto”, completa a nota da juíza.

Sobre o caso

Euzébia Matos da Costa, de 50 anos, foi presa nesta segunda-feira (1) após roubar e matar a própria mãe, de 70 anos, no sábado (29), no povoado de Lage do Santo Ambrósio, zona rural de Cansanção - BA.

Segundo a Polícia Civil, a idosa foi assassinada com pancadas na cabeça, dentro de casa, e teve R$ 10 mil roubados. De acordo com informações de fontes policiais, Euzébia teria ido ao velório da vítima.

Após ser presa na manhã da última segunda-feira, depois de ter sido linchada por populares, Euzébia foi conduzida à delegacia de Cansanção, onde foi autuada pelo crime de latrocínio, que é roubo seguido de morte.

Ainda segundo a polícia, durante depoimento na delegacia ela confessou o crime e apontou a participação de um ex-companheiro e uma mulher, que estão sendo procurados. A polícia não divulgou se o dinheiro roubado foi recuperado. Notícias de Santaluz (Blog do Nilson Macedo)

(Da Redação - Blog do Nilson Macedo) Whatsapp (87) 9.9939-2144 – e-mail radionoticia@yahoo.com.br
Acesse mais notícias: www.blognilsonmacedo.com
Share on Google Plus

Sobre Nilson Macedo Bezerra

Blogueiro e Radialista

0 comentários:

Postar um comentário