Nilson Macedo. Tecnologia do Blogger.

Prefeito “leva a morte” à cidade para alerta a população

Quinta-feira, 07 Maio 2020
Prefeito “leva a morte” à cidade para alerta a população
O prefeito Ilderlei Cordeiro, de Cruzeiro do Sul, esteve em pontos de aglomerações pela cidade nesta terça-feira (5). Acompanhado de servidores da Saúde municipal, ele esteve no Centro da cidade e também nos mercados municipais para alertar a população sobre os riscos da pandemia.

O que chamou a atenção foi à estratégia usada pela gestão.  A comitiva foi acompanhada também por uma pessoa que estava vestida de morte, com capuz preto e a foice, principal instrumento do símbolo. Alertando a população, o prefeito questiona se as pessoas querem levar a morte para a casa.

“Quero parabenizar a estratégia de usar o símbolo da morte, com sua foice, para alertar as pessoas”, disse. O humor é uma forma das pessoas entenderem que os números na segunda maior cidade do Acre continuam subindo rapidamente.

Até segunda-feira (4), no último boletim oficial da Secretaria Estadual de Saúde, a cidade contabilizava 11 casos confirmados da Covid-19. No estado inteiro já são 733 casos divididos em 13 cidades.

Tendas e cadeiras, outra medida tomada por Cordeiro foi a de montar tendas e deixar cadeiras para atender as pessoas que estão na fila da Caixa Econômica Federal. A cidade só tem uma agência da Caixa e a fila chegou a dobrar quarteirões.

“Todas as tendas e cadeiras da empresa que contratamos foram alugadas. Porque, além do desconforto, tem aglomeração, então isso vai ajudar”, disse.

Além disso, o prefeito fez uma parceria com a Caixa e disponibilizou uma máquina de cópias para que as pessoas pudessem ter esse serviço ainda fora da agência. Ele diz que isso diminui de 10 para 5 minutos o tempo de atendimento. G1 Rio Branco (Blog do Nilson Macedo)

(Da Redação - Blog do Nilson Macedo) Whatsapp (87) 9.9939-2144 – e-mail radionoticia@yahoo.com.br
Acesse mais notícias: www.blognilsonmacedo.com
Share on Google Plus

Sobre radionoticia@yahoo.com.br

Blogueiro e Radialista

0 comentários:

Postar um comentário